Para algumas pessoas, o inverno é uma temporada maravilhosa porque eles têm a oportunidade de ir para a montanha, esquiar, mas para outros que têm certos problemas de saúde (por exemplo, problemas nas articulações, doenças coronárias ou doença cardíaca) ou idosos, O inverno é uma estação que os afeta física e mentalmente. Muitas pessoas sofrem de frio, frio e frio, entram em depressão, seus passeios ao ar livre são limitados devido às condições atmosféricas e ao fato de que o dia é mais curto. As pessoas que sofrem de diabetes devem ter um estilo de vida equilibrado para manter sua condição de saúde dentro dos limites normais. Durante esta temporada, e especialmente as férias de inverno, há uma tendência para comer alimentos gordurosos, ou muita gordura e carboidratos.

Dicas para ajudar a prevenir certos inconvenientes relacionados à saúde em férias:

É muito importante ter uma temperatura agradável em todos os ambientes da casa, para não causar problemas de saúde causados ​​pelo frio. Geralmente temperaturas baixas podem agravar uma bronquite, causar distúrbios circulatórios, podem causar depressão sazonal, dor nas articulações, etc. As pessoas com corantes precisam se vestir bem e sempre têm meias grossas de algodão nas pernas para proteger o corpo do frio. Para os diabéticos, o frio é mesmo um problema porque alguns sintomas podem piorar, especialmente se eles tiverem baixa circulação sanguínea nas pernas. No caso de hipoglicemia, uma maçã, suco de fruta ou bebidas doces com açúcar devem ser consumidas.

No inverno, embora o dia seja mais curto, a atividade física, caminhar para o ar limpo deve ser feita, porque melhora o estado interno, físico e mental, bom controle glicêmico e sensibilidade à insulina. Nunca há muito esforço a ser feito porque isso pode diminuir o nível de açúcar no sangue. Para maior segurança, o controle de glicose é recomendado após qualquer atividade física. Além disso, não se esqueça de hidratar o corpo, depois de todo esforço é bom beber um pouco de água ou chá sem açúcar.

Desista do álcool! Se você sofre de diabetes, deve desistir do álcool, especialmente devido ao risco de hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue). Se, no entanto, o feriado é desejado para beber um pouco de álcool, isso deve ser feito com moderação, porque o álcool em grandes quantidades também pode afetar a medicação prescrita pelo médico. O álcool dilata os vasos sanguíneos, então aumenta a perda de calor e os níveis de glicose no sangue também cairão.

Leia também:

Conutherm

Thermatcha

Detophyll

Line Shake

Quais alimentos você escolhe gastar no Natal?

Escolha aperitivos a partir de vegetais e evite preparações culinárias que tenham molhos gordurosos ou sejam feitas de gordura e creme. Você pode comer saladas temperadas com azeite e suco de limão. Se você gosta de salada boeuf, você só deve comer se tiver menos maionese, então menos óleo e em vez de gordura com peito de frango. Você também pode comer bife de frango, mas não faça excesso de gordura e, como forro, escolha batatas cozidas ou vegetais cozidos no vapor. O bife deve ter o mínimo de gordura possível e o sarmale deve ser baixo em óleo.

Leia também:

Renova31

Para o Natal você pode comer peixe com vegetais verdes decorar com deliciosas saladas. Consome legumes e frutas que são recomendados para diabéticos e assim você pode manter seu açúcar no sangue nos valores certos. Agora é a estação de citrinos (madarinas, clementinas, laranjas), para que você possa comer frutas que tenham muita vitamina C (pode prevenir doenças respiratórias) e um baixo teor calórico e baixo teor de açúcar.

A dieta deve ser tão baixa quanto a gordura e rica em fibras. Legumes frescos, vegetais cozidos no vapor e até sucos de vegetais devem ser consumidos porque ajuda a baixar o nível de gordura no sangue. Os vegetais mais recomendados são brócolis, alface, couve-flor, batatas, erva-doce, cebola, abóbora e outros.

Dicas de vida saudável

Para aproveitar a vida, você deve ter boa saúde. Sem ter uma boa saúde, não há diversão em ter vida longa. Você pode ter uma boa saúde e desfrutar de uma vida saudável ,  se você traz algumas pequenas mudanças em seu estilo de vida. Eu não pedirei que você altere radicalmente seu estilo de vida, mas peça algumas mudanças, pouco a pouco em pequenos passos.

Como você mantém um estilo de vida saudável?

As dicas de beleza natural  irão dizer-lhe como ser saudável em apenas três etapas simples. Siga estes passos e asseguro que você terá  boa saúde  e desfrutará de  longa vida e vida  saudável.

Leia também:

Conutherm

Thermatcha

Detophyll

Line Shake

Para ter uma boa saúde e desfrutar de uma vida saudável está em suas próprias mãos. Não é difícil. Comece a seguir três etapas de “dicas de beleza natural” listadas abaixo e logo você notará que sua saúde está melhorando dia a dia.

Vou guiá-lo passo a passo sobre mudanças simples em sua vida  estilo de vida . Como subir e descer as escadas em vez de usar elevadores ou elevadores, misturando algumas frutas no seu cereal para o seu break-fast. Reduzindo a absorção de açúcar, lentamente. Beba um par de copos extras de água em um dia. Estes são passos muito fáceis e simples e, lentamente, você pode construir sobre eles. Siga estas dicas de vida saudável e desfrute de vida saudável e longa vida.

Como ser saudável, naturalmente

1º Passo : o primeiro pequeno passo é mudar lentamente para alimentos saudáveis ​​e evitar junk foods, na medida do possível. Comer saudável irá ajudá-lo no seu gerenciamento de peso, irá mantê-lo saudável à medida que você envelhece e você vai desfrutar de uma vida saudável.

(i) Coma variedade de frutas : é melhor comer frutas antes de ter sua refeição principal. Em primeiro lugar, você obterá os benefícios completos de comer frutas e, em segundo lugar, você não tenderá a comer mais. Você pode facilmente misturar frutas ao seu cereal de manhã, saladas no horário de almoço ou jantar. Coma variedade de frutas de cores diferentes.

(ii) Coma mais vegetais crus : esta é outra dica importante para a vida saudável. Você pode tê-los de várias maneiras. Adicione o pepino e o tomate no seu sanduíche de grãos inteiros; Adicione vegetais cru extra em sua massa ou na sua pizza. Tenha saladas de vegetais e frutas com molhos com baixo teor de gordura ou sem curativos.

(iii) Reduzir a ingestão de produtos açucarados: isso irá limitar automaticamente suas calorias e ajudá-lo em sua gestão de peso e desfrutar de uma vida saudável.

(iv) Use leite desnatado e coma iogurte sem gordura:  isso irá ajudá-lo a comer menos calorias.

2 . Exercícios : a principal causa dos problemas de saúde do tempo moderno é o estilo de vida sedentário, ou seja, falta de movimentos e atividades. Mexa seu corpo. Você não precisa fazer exercícios vigorosos, se você não gosta. Apenas mova seu corpo. Quanto mais você mover seu corpo, mais saudável você será. Mesmo movimentos simples como andar, você vai fazer você bem. Se você não gosta de correr, vá para caminhar e faça movimentos naturais. As tarefas domésticas também são movimentos. Mas eu vou sugerir caminhadas rápidas e jogging, tanto quanto você pode fazer sem ficar cansado. Faça isso e você vai desfrutar de uma vida saudável.

Os exercícios serão:

(i) Reduzir o risco de diabetes e doença cardíaca.

(ii) Mantenha sua confiança alta; reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão.

(iii) Faça automaticamente o gerenciamento de peso para você. A obesidade mata mais americanos todos os anos do que a AIDS, todos os cânceres e todos os acidentes combinados.

(iv) Gerenciar a estabilidade das articulações

(v) Gerenciar a massa óssea

(vi) Manter a flexibilidade do corpo e prevenir a osteoporose

3 . Pare de fumar : o terceiro e último passo de “dicas de beleza natural” é parar de fumar. Fumar é muito prejudicial e uma passagem para pulmões e doenças cardíacas e câncer. Pare de fumar e você verá que sua saúde melhora em um curto espaço de tempo.

Siga acima de três etapas simples trazidas para você por dicas de beleza natural e desfrute de vida saudável e longa vida. Uma boa saúde aumentará sua auto-estima e o fará enfrentar o mundo com confiança.

Dieta Detox

Além de promover nutrição ao organismo, a dieta de detoxificação contribui com o bom funcionamento do intestino, diminui a retenção de líquidos por aumentar a sua eliminação, promove a aceleração do metabolismo aumentando o gasto calórico, proporciona uma maior sensação de saciedade e diminui o apetite por doces pelo aumento do consumo de fibras e melhor nutrição do organismo. O principal objetivo da dieta de detoxicação não é a perda de peso e sim o equilíbrio do organismo. O processo de emagrecimento é uma conseqüência .

Durante a detoxificação a ingestão de líquidos, principalmente a água é de extrema importância, para que as impurezas sejam eliminadas do organismo além de ser essencial para a manutenção geral do corpo.

No período da dieta de detox, são eliminadas as frituras, alimentos industrializados e ricos em gordura, glúten (derivados do trigo) e lactose (leite e derivados) por serem de difícil digestão atrapalhando o processo de detoxificação. Além destes, também devem ser eliminados da dieta no período de detox o ovo, açúcares (inclusive adoçantes industrializados) e o álcool. Produtos a base de cafeína, como cafés e chás mate, devem ser evitados ou ingeridos com moderação.

Os alimentos que devem estar presentes no período da dieta detox são:

– Integrais: ricos em fibras, vitaminas do complexo B e minerais (arroz integral, quinua).

– Leguminosas: ricas em proteínas desempenhando papel importante na construção e manutenção dos tecidos (feijão, grão de bico, lentilha, ervilha).

– Peixes: fornecem proteínas em quantidades equivalentes a carne vermelha além de oferecerem grandes quantidades de ômega-3 que é uma gordura benéfica a saúde com ação antiinflamatória.

Frutas, legumes e verduras: fornecem ao organismo vitaminas e minerais, que desempenham funções importantes e também são fontes de fibras.

– Chás de ervas: contribuem para a diminuição da retenção líquida, devido seu efeito diurético.

Após o período da dieta de detoxificação, é importante manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Suco Detox:

  • 1 cenoura
  • 1 folhas de couve
  • 1 galhinho de salsinha
  • ½ maçã
  •  1 c. chá de chia

Emagrecendo com Musculação

 

Até não muito tempo atrás a conta parecia simples: quer emagrecer faça exercício aeróbico e se quer ganhar músculos, faça musculação. Porém, a ciência vem mostrando que nada é tão simples quanto parece. Com isso, cada vez mais pessoas vem adotando a musculação com o intuito de emagrecer, já que ela permite grandes variações e adaptações a todas as individualidades. As razões para isso são muitas e a ciência já provou que é possível emagrecer na musculação, sem riscos a saúde e com treinos de no máximo uma hora de duração.

Antes de entrarmos na questão mais especifica do emagrecimento na musculação, é importante ter em mente que emagrecer não quer dizer perder peso, pois é possível emagrecer ganhando peso, engordar perdendo peso ou perder peso sem emagrecer. Isso por que emagrecer é eliminar os excessos de gordura corporal, diminuindo seu percentual. Neste sentido, o peso, que é o parâmetro entre algo leve ou pesado e não entre gordo ou magro, não pode ser seu objetivo, já que com a musculação e consequente aumento da massa magra, é bem provável que você ganhe peso, já que a densidade dos músculos é maior do que das gorduras.

Um dos fatores que tornou a musculação objeto de estudo para o emagrecimentofoi o fato de a ciência propor que uma atividade física precisa ser vista sob a ótica de gasto calórico total e não apenas do gasto calórico da atividade. Desta maneira, o que devemos nos basear é a energia que o corpo gasta na atividade em si, somada com a energia gasta para o corpo se recuperar da atividade. Desta maneira, quanto mais intenso for o exercício, mais o corpo vai precisar de energia e consumo de oxigênio para reparar o que foi depletado. Além disso, a musculação apresenta outra grande vantagem: ela não causa grande impacto sobre as articulações e se feita da maneira correta, não traz riscos de lesões aos praticantes, diferentemente de vários exercícios aeróbicos ou outras metodologias de treino.

Só para você ter uma ideia do que estou falando, em um estudo de Araújo (2009) foram estudadas variáveis como o percentual de gordura de praticantes de natação e de musculação. Neste estudo, participaram 30 indivíduos, sendo que 15 praticavam musculação e 15 praticavam natação. Ao final do estudo, que utilizou análises antropométricas, constatou-se que os praticantes de musculação tinham em média um percentual de gordura de 14,5%, sendo que os praticantes de natação apresentavam um percentual de gordura de cerca de 19,8%. Estudos como este, que demonstram que em média, praticantes de musculação apresentam um percentual de gordura menor que os praticantes de outras modalidades existem aos montes e isso fez com que a musculação fosse ganhando muito espaço.

Porém, ao contrário do que muitos pensam, o treinamento para emagrecimento é diferente de um treino visando a hipertrofia.

Treino de musculação para emagrecer

Para que o treino de musculação seja eficiente para o emagrecimento precisamos de um fator determinante: intensidade! Como já citamos neste artigo (5 fatores que influenciam a intensidade na musculação) existem diversos fatores que contribuem para que tenhamos uma intensidade mais elevada. Como o objetivo é o emagrecimento e não a hipertrofia, métodos de exaustão como a falha excêntrica ou drop sets, não são o mais indicado, principalmente para iniciantes.

Geralmente, como as pessoas que buscam na musculação o emagrecimento não são altamente ativas, o início é focado em manter uma intensidade e um volume equilibrados. Por isso, a carga não pode ser muito elevada, já que desta maneira, seria difícil completar séries mais longas. Além disso, o tempo de intervalo entre as séries não deve ser muito longo, já que o objetivo é obter uma intensidade mais elevada com equilíbrio na questão do volume.

o alfacaps ajuda a perder peso.

Além disso, é muito importante usar exercício mais amplos, como os multiarticulares, já que estes tem um gasto calórico muito mais elevado, por lidarem com maiores grupamentos. Para que você possa entender, em um treino de pernas com o foco no emagrecimento, ao invés de ficar fazendo exercícios concentrados, como a cadeira extensora ou a flexora, o ideal é usar exercícios como o agachamento, avanço, levantamento terra e outros multiarticulares. Isso vale para todos os demais grupamentos musculares.

Se você já tentou perder peso e não conseguiu, a solução pode estar aqui. Basta ver o que os nutricionistas revelaram que são os maiores erros que as pessoas cometem na hora de perder peso, e como corrigi-los para conseguir chegar ao seu objetivo da melhor maneira.

Eliminando suas comidas favoritas

Deixar totalmente de fora os seus alimentos favoritos como batatas fritas, sorvete, vinho ou chocolate por exemplo, pode fazer com que a dieta para perder peso pareça bastante sombria.

Por isso, incluir esses alimentos na sua dieta em pequenas quantidades poderá lhe ajudar a prevenir a vontade de exagerar mais tarde. Os nutricionistas Stephanie e Willow encorajam os seus clientes a ter um “banco de comidas favoritas” com cerca de 150 a 200 calorias por dia, ou se não, encontrar maneiras mais maneiras saudáveis de se saciar.

Muita ou pouca proteína

Enquanto várias dietas ricas em proteínas e livres de carboidratos estão na moda e realmente oferecem resultados, o nutricionista Willow diz: “Não é sustentável ou saudável a longo prazo, já que estará perdendo nutrientes vitais”.

Dica #1:Consuma alimentos que queimam a gordura

Alguns alimentos ajudam a emagrecer porque estimulam a queima de gordura. O chá de hibisco, lichia, farinha de amora estão entre eles.

Dica #2: Consuma alimentos que desincham

Alimentos ricos em ômega 3 (salmão, atum, sardinha, arenque, cavala, linhaça, castanhas) contribuem para o emagrecimento devido à ação anti-inflamatória.

Dica para emagrecer #3: Aumente a saciedade

Alimentos ricos em fibras proporcionam maior saciedade, logo a fome demora mais a aparecer, o que ajuda você a perder peso. As principais fontes de fibras são: frutas, cereais integrais, como arroz, trigo, centeio, cevada e a aveia. As leguminosas, como feijões, lentilha, grão de bico e ervilha e as verduras e legumes também contam com boas quantidades de fibras. As sementes, como a chia, linhaça e semente de abóbora, também tem fibras. Saiba tudo sobre as fibras.

Dica #4: Consuma alimentos que aceleram metabolismo

Os alimentos com ação termogênica estimulam a maior queima de calorias. Os principais alimentos termogênicos são: pimenta, chá verde, canela, gengibre e café. Veja os benefícios dos alimentos termogênicos.

Dica para emagrecer #5: Faça lanchinhos!

O ideal quando se quer perder peso é fazer as três refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e dois ou três pequenos lanches. Isso manterá seu metabolismo funcionando o dia inteiro, dará mais saciedade, diminuindo a fome fora de hora, e impedirá que você exagere nas grandes refeições. O intervalo entre cada refeição deve ser de no mínimo 2 horas.

Dica #6: Invista em um prato equilibrado e variado

Uma alimentação saudável pede equilíbrio de nutrientes e variedade de alimentos. Vale investir em frutas, legumes, verduras. Não se esqueça de completar o menu com diferentes tipos de carnes, cereais, leguminosas (feijão, lentilha), leites e derivados, grupos alimentares essenciais para a alimentação diária.

  • Dieta Dukan
  • Dieta Detox
  • Dieta da sopa
  • Dieta da USP
  • Dieta líquida
  • Dieta da banana.
  • quitoplan anvisa

Dica #7: Evite fazer dietas restritivas

Dietas que cortam drasticamente as calorias ou algum componente específico, como os carboidratos por exemplo, são consideradas restritivas. Para perder com saúde o esperado é perder entre meio quilo e um quilo por semana. Mais do isso pode ser sinal de que você não está realizando a dieta mais adequada. A alimentação monótona e com pouca variedade de alimentos não traz todos os nutrientes que o corpo precisa, podendo até afetar a imunidade e o corpo mais vulnerável a doenças. Dieta dos shakes, dieta sem glúten e dieta da sopa são alguns exemplos de dietas restritivas.

Dica #8: Invista nos chás que ajudam a emagrecer

Alguns deles, como o chá verde, chá preto e o chá de canela, estimulam a queima calórica. Enquanto o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada no abdômen. Veja os chás que contribuem para a perda de peso.

Dica #9: Pratique exercícios que queimam gordura

A Organização Mundial de Saúde recomenda praticar ao menos 150 minutos de exercícios moderados por semana para uma pessoa ser considerada ativa. Ou seja, praticando uma hora de exercício em três dias na semana (180 minutos), você já ultrapassa essa meta! Para queimar gordura e emagrecer é importante investir em atividades aeróbicas como: caminhadas, corridas, bicicleta, dança, natação, entre outros.

Dica #10: Não deixe de ganhar músculos

Praticar exercícios de força, como a musculação e pilates, também são superimportantes para ganhar músculos e fazer o corpo gastar calorias. Veja os benefícios da musculação para emagrecer

Dica #11: Tenha cuidado com as dietas da moda

Existem uma série de dietas que prometem o emagrecimento rápido. Fique atento a que custo essa perda de peso é alcançada. Muitas delas levam à perda de músculos, o que é especialmente prejudicial para quem quer emagrecer e manter o peso depois disso. Algumas dessas dietas são:

Dica #12: Diminua o consumo de sal e açúcar

O sal é o principal fonte de sódio, mineral que em excesso no organismo aumenta o risco de hipertensão e a retenção de líquido. Já o açúcar consumido em excesso se transforma em acúmulo de gordura, principalmente na região da barriga. Alimentos fontes de carboidratos simples são ricos em açúcar. Entre eles estão: açúcar de adição, refrigerantes, doces e os que contam com muita farinha branca, como pães, massas e bolos.